Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto/CE

Pantomimas, Acrobacias e Música Vertiginosa!

Os Irmãos Aniceto formam o mais importante grupo musical, de origem popular, do Ceará. São descendentes dos índios Cariris, aldeados na antiga Missão do Miranda, pelos frades italianos da ordem dos Capuchinhos. Os índios Cariris eram tidos como excelentes músicos e improvisadores, para muitos estudiosos esta seria uma explicação para a diversidade e a riqueza musical daquela região.

A Banda de Pífanos ou de Zabumba, ou ainda Banda Cabaçal, mescla as tradições indígenas originais com as influências afro-brasileiras e européias. O nome popular “pife” vem do italiano piffero. As antigas bandas, como ainda hoje são acontece nos sertões de Canudos, usavam flautas diretas para a dança do Toré. Segundo Baptista Siqueira, no livro “Os Cariris do Nordeste” a flauta vertical era um símbolo de masculinidade, sendo proibida para as mulheres. Só posteriormente, com a presença dos religiosos nas missões e aldeamentos, é que as flautas verticais, desencantada dos antigos mistérios, transformaram-se nas atuais flautas ou pifes transversais. O sagrado tornou-se profano e em sua função, a Banda Cabaçal tanto toca nas festas religiosas como anima os forrós e festas populares, adquirindo assim, a graça da alegria e da influência erótica. Não é por acaso que em Alagoas esse tipo de conjunto é conhecido pelo sugestivo nome de “esquenta muié”.